DOAÇÃO

Quem Somos

Sobre nós

“Conhecereis a verdade e ela vos libertará.”

A FEIC é uma Casa eminentemente espírita, universalista, sob a égide das Fraternidades da Cruz e do Triângulo, subordinada à Colônia Grande Coração.

Nossa orientação moral é o Evangelho de Jesus e nossa orientação filosófica é a Doutrina Espírita Cristã, codificada por Allan Kardec.

A FEIC foi fundada em 18 de maio de 1995 por Franklin Moreira. Nossa proposta é o esclarecimento da criatura humana tomando como base os ensinamentos morais e éticos de Jesus.

Nossa Casa conta com cerca de 200 médiuns, atendendo semanalmente a uma média de 1000 pessoas. Temos atividades nas áreas assistencial, cultural, beneficente e filantrópica, sem fins lucrativos.

Reconhecida de utilidade pública Municipal lei 2844/1999 e Lei 5242/2011 e de utilidade pública estadual pela Lei 5651/2010.

Missão

01

Esclarecer a(s) criatura(s) humana(s) em conformidade com os Ensinamentos do Cristo/ Jesus - Governador Planetário -, respeitando e acolhendo, com amor e afeto, a sua individualidade, auxiliando-a a despertar o “gérmen divino” latente, a fim de que possa promover o auto- conhecimento e efetuar, através da convivência, a própria evolução e, aos poucos, conquistar, enfim, a paz, a saúde e a felicidade - meta suprema de toda a humanidade.

A orientação moral da FEIC é o Evangelho de Jesus; a síntese global de todos os ensinamentos; um código de moral universal, sem distinção de culto, capaz de guiar a criatura humana à ascensão angélica; “o Evangelho é um tratado de saúde moral e espiritual”.

A orientação filosófica da Casa é a Doutrina Espírita Cristã, codificada por Allan Kardec.

Como orientação de nossos trabalhos e estudos, seguimos os preceitos e ensinamentos de Jesus, Kardec e Ramatis. ​Também nos orientamos pelas instruções de todos aqueles autores que venham a enriquecer o programa da FEIC pois, como nos disse Kardec, “Do espiritismo foi dita a primeira palavra, jamais a última.” Entendemos que o espiritismo, como tudo na vida, está em constante transformação e evolução.

“O Espiritismo é a Doutrina mais própria para o aprimoramento espiritual do cidadão moderno. Os seus ensinamentos são compreensíveis a todos os homens e ajustam-se perfeitamente às tendências especulativas e ao progresso científico dos tempos atuais. É o Consolador da humanidade prometido por Jesus. Cumpre-lhe a missão de incentivar e disciplinar o derramamento da mediunidade pela carne, estimulando pelas vozes do Além as lutas pela evolução moral dos seres humanos” - Ramatis.

Direção

02

A FEIC é presidida por Aída Moreira e conta com uma diretoria formada de médiuns que atuam como colaboradores na condução da Casa.



História

03

A FEIC, Fraternidade Espírita Irmãos de Cascais, foi fundada em 18 de maio de 1995, na cidade do Rio de Janeiro, por Franklin Moreira e Aída Moreira.

As primeiras reuniões da Casa ocorreram no final dos anos 80, na cidade de Mendes, interior do estado do Rio de Janeiro, com o auxílio de um grupo de médiuns de uma casa espiritualista local, além da própria família (o casal Franklin e Aída, uma filha e o genro, grupo que mais tarde viria a fundar a Casa FEIC).

A obra foi amadurecendo através das orientações recebidas da direção espiritual da Casa que direcionou o grupo a conhecer o trabalho do GEID – Grupo de Estudos Integrais Demétrius e, posteriormente, da SER-Sociedade Espírita Ramatis.

A FEIC adotou a metodologia de Tratamentos utilizada pelas duas Casas e tem profundo agradecimento aos seus presidentes fundadores, Horácio Ramasine do GEID e, Antônio Plínio S. Alvin, da SER. Foram grandes companheiros e amigos da nossa Casa.

As portas foram abertas ao público no início de 1996. Até que a Casa formasse seus próprios médiuns, os trabalhos eram conduzidos pelos quatro médiuns fundadores, além de um grupo de médiuns da SER e do GEID como Jorge Coelho e Vitor Moreira.

Os passos seguintes foram a criação das Escolas de médiuns A e B e do DIJ – Departamento da Infância e Juventude, em 1997.

Hoje, a FEIC atende a cerca de 1000 pacientes por semana, tem um corpo mediúnico de 200 médiuns e muitos projetos em andamento.

A psicografia a seguir, recebida na Sede da FEIC em Jacarepaguá, no dia 18 de janeiro de 1996 conta um pouco mais de sua história:

Por que “Irmãos de Cascais”?

“A FEIC não começou na época atual, nem em Cascais, mas há centenas de anos, quando já era sabido, pelos governantes deste planeta, que ele atravessaria um período de transição, de virada de ciclo.

E num momento de extrema necessidade, a FEIC traz um objetivo de caridade, acima de tudo, buscando trazer o conforto através do esclarecimento e do amor a encarnados e desencarnados, numa época em que se repete, à semelhança do acontecido em diversos outros mundos em todo este imenso Universo de nosso Pai, uma elevação na escala evolutiva que rege os mundos.

Este pequeno grupo que se reuniu para fundar a FEIC, colocando a pedra fundamental desta obra, é parte de um grande grupo que vem se preparando há séculos nos aprendizados, nas quedas, nas dores e nos sofrimentos, nas experiências vividas, muitas delas mutuamente, na terra ou na espiritualidade, lapidando-se juntos.

Após todo um processo que envolve sintonia, carmas comuns, afinidades e diferenças, além de semelhante nível de esclarecimento e amadurecimento, o grupo se reuniu em uma pequena cidade litorânea da Europa – a nossa querida Cascais.

Com o objetivo de viver um estágio, encarnados, necessário à encarnação prevista para o final do segundo milênio, duzentos anos mais tarde, na terra do espiritismo, o Brasil, onde se reencontraram em famílias consanguíneas ou como amigos, de diferentes formas, para fundarem esta obra.

Na retaguarda dezenas de irmãos da espiritualidade, também afins, os quais muitas vezes estiveram reencarnados juntos a este pequeno grupo, se somam neste trabalho de amor, renúncia e abnegação.

Após o início dos trabalhos, irmãos desgarrados deste pequeno grupo serão direcionados à Casa onde se identificarão com o ambiente.

Virão pela dor, em estado de profunda perturbação mediúnica, à procura do conhecimento ou pela vontade de servir na caridade.

A FEIC é uma Casa eminentemente espírita, universalista, sob a égide das Fraternidades da Cruz e do Triângulo, subordinada à Colônia Grande Coração.”

Um Irmão de Cascais.
(Psicografia recebida em 18/01/1996).

Símbolo

04
Logo FEIC

A FEIC segue a orientação espiritual da Fraternidade da Cruz e do Triângulo, formada no final do Século XIX e resultante da fusão entre a Fraternidade da Cruz, que divulga os ensinamentos de Jesus, e a Fraternidade do Triângulo, ligada à tradição espiritual oriental.

As duas fraternidades estão representas no símbolo da Casa através da Cruz revestida pelo Triângulo. Também estão representadas as quatro Cores da Bandeira do Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho. No interior do triângulo o pinheiro na cor verde representa a Cura e os Raios de Luz em amarelo representam a Sabedoria e o Conhecimento.

"O Espiritismo é, acima de tudo, o processo libertador das consciências, a fim de que a visão do homem alcance horizontes mais altos."
XAVIER, Francisco C.